Neste post, você acompanha o que acontece com o nosso corpo depois de procedimentos operatórios e as opções de suplementos que podem ser incluídas na dieta de quem está em recuperação.

Primeiramente, os cuidados pós-operatórios são essenciais para ter uma boa recuperação. Assim, seja após um procedimento simples até os mais complexos, é preciso seguir orientações médicas e ter atitudes que ajudam a restabelecer o equilíbrio das funções do organismo e auxiliam até na cicatrização.

Para isso, alguns suplementos alimentares são recomendados. Ricos em nutrientes, eles ajudam a melhorar as defesas do paciente, apoiar a função vital dos órgãos e reparar lesões.

Por que é preciso ter cuidados pós-operatórios?

De antemão, é importante destacar que nosso corpo dá respostas a tudo o que fazemos. Desta forma, ao ser submetido a um procedimento cirúrgico, o organismo responde com processos metabólicos associados à fraqueza e atividade reduzida. 

Dentre as respostas, está a quebra da proteína do músculo esquelético, a qual recobre o esqueleto e está presa aos ossos. Ainda como resposta, os aminoácidos são direcionados para os órgãos viscerais e para o local danificado pelo procedimento.

Pode-se dizer que as cirurgias provocam uma resposta inflamatória para curar os danos nos tecidos ocasionados pela operação. Por outro lado, essa mesma resposta predispõe os pacientes ao desenvolvimento de infecções e à degradação e síntese proteica. Assim, é possível perceber que o “equilíbrio inflamatório” é necessário.

Vale destacar que não incluir cuidados pós-operatórios impacta na recuperação, que pode ser mais lenta, apresentar maior grau de complicações e uma maior perda de tecido muscular esquelético.

Nutrientes para a recuperação

Certos nutrientes ajudam a melhorar as defesas do corpo, a função dos órgãos e o reparo de lesões. Portanto, a suplementação de nutrientes no período de recuperação é uma estratégia que auxilia o reparo tecidual e colabora diretamente com os cuidados necessários após o procedimento. Logo, a suplementação proteica é um exemplo.

Quais suplementos são indicados para os cuidados pós-operatórios?

Em síntese, a indicação de suplementos para a recuperação muscular e para a reparação do organismo é apontada em muitos estudos que relacionam benefícios. Veja alguns deles:

Proteínas

A proteína é um macronutriente fundamental para a recuperação de cirurgias. Dessa forma, ela ajuda a reparar os tecidos danificados do corpo, a formar anticorpos para combater infecções e a sintetizar o colágeno, necessário para a formação de cicatrizes.

Aqui, vale destacar a questão das proteínas na recuperação de cirurgias bariátricas. À primeira vista, a deficiência proteica em pacientes geralmente é atribuída à intolerância alimentar adquirida para alimentos ricos em proteína após o procedimento. As manifestações da deficiência de proteínas incluem perda de cabelo, má cicatrização e perda de massa corporal magra. 

Logo, estudos identificaram que a suplementação de proteína após a cirurgia bariátrica leva ao aumento da perda de gordura, à diminuição da perda de massa magra e ajuda a alcançar a recomendação diária de proteínas.

Sob o mesmo ponto de vista, suplementos de proteína que são feitos com fórmulas aprimoradas e contam com aminoácidos importantes para manter o tecido magro, como a leucina, merecem destaque.

Aminoácidos essenciais

Os aminoácidos essenciais atuam para ter uma resposta adequada das células imunes. Quando as células imunes são ativadas por sinais inflamatórios, a demanda por aminoácidos aumenta rapidamente. 

Da mesma forma, os aminoácidos essenciais são fundamentais para a construção das proteínas. Assim, em casos nos quais o paciente precisa que a absorção seja facilitada, a suplementação de aminoácidos ajuda a poupar o processo digestivo e a ter uma melhor absorção proteica. Um exemplo desse tipo de caso é o pós-cirúrgico bariátrico. 

Glutamina

A glutamina é utilizada como fonte de energia para diversos tecidos, sendo um dos aminoácidos livres mais abundantes do organismo. É exaurida com mais facilidade após exercícios de alta intensidade, em situações de estresse e após procedimentos invasivos, tais como processos cirúrgicos.

Nosso corpo produz glutamina, no entanto, em momentos como os citados acima, nosso organismo aumenta muito a demanda por este aminoácido.

Assim também, estudos evidenciaram que a glutamina melhora a função imune e é capaz de reduzir o tempo de estadia hospitalar. Isso acontece porque boa parte do músculo esquelético é composto de glutamina. Assim, a suplementação ajuda a repor o aminoácido após a quebra que acontece nos processos metabólicos de resposta do corpo.

Suplementar glutamina é importante para modular a massa muscular esquelética no período pós-cirúrgico, mas, também, para melhorar a contagem de linfócitos (células que ajudam na defesa do corpo) e no combate ao estresse oxidativo.

Colágeno

O colágeno promove a reprodução das células sanguíneas para a cura e condicionamento da saúde óssea e articular. Dessa forma, a suplementação de colágeno hidrolisado em peptídeos (que apresenta tamanho e peso das moléculas reduzidos) proporciona uma rápida assimilação e melhor hidratação do tecido conjuntivo.

Ômega-3

Um dos suplementos mais consumidos no Brasil, o ômega-3 apresenta muitos benefícios. Além de promover a neuroproteção, colaborar com a saúde neuromuscular e com o sistema imune, pode ser recomendado para o período de recuperação cirúrgica. 

Bem como, um dos potenciais dos ácidos graxos ômega-3 que vem sendo estudado está associado à atuação em neutralizar a atrofia muscular. Além disso, promover a recuperação de períodos de desuso dos músculos, ocasionado pelo repouso necessário após a cirurgia.

Coenzima Q10

A coenzima Q10 apresenta ação antioxidante e é responsável por gerar energia para as células. Logo, está presente em maior concentração nos órgãos que necessitam de muita energia, como músculos, cérebro e coração. 

Vale destacar que a CoQ10 foi apontada em estudo que relacionou os benefícios da suplementação com a recuperação de pacientes de cirurgias cardíacas. Nele, os pacientes que usaram suplementos de CoQ10 tiveram uma probabilidade menor de necessitar de medicamentos inotrópicos (que aumentam a força de contração do coração), bem como desenvolver arritmias ventriculares após a cirurgia.

Suplementação para pacientes de cirurgias bariátricas

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, o Brasil apresentou um crescimento de 85% de procedimentos bariátricos de 2011 a 2018. Diante disso, muitas pessoas em recuperação têm a recomendação de incluir suplementos alimentares na dieta, seja para facilitar a absorção ou garantir nutrientes importantes neste período.

Assim, é possível sugerir uma rotina de suplementos que ajudam na recuperação e nos cuidados pós-operatórios dos pacientes. Acompanhe:

1ª semana de cuidados pós-operatórios

Para facilitar a absorção e a construção das proteínas, a suplementação de aminoácidos essenciais pode ser recomendada nos primeiros dias, assim como a inclusão de leite vegetal rico em fibras e vitaminas. Dessa forma, o foco é uma dieta que facilite a absorção e digestão, por isso, a preferência pela forma líquida.

2ª semana de cuidados pós-operatórios

Nesta etapa é possível adicionar na dieta shakes balanceados, assim como suplementos que apresentam especiarias, como o açafrão (que promove saciedade e ajuda a controlar a compulsão alimentar) e o gengibre (reforça a saúde digestiva e imunológica).

Para este momento, os suplementos em cápsulas precisam ser na forma de gel. Ainda, para outros formatos, é indicado que sejam dissolvidos ou misturados em preparos para  facilitar a absorção e digestão.

3ª semana de cuidados pós-operatórios

Gradualmente, as formas mais sólidas começam a retornar para a dieta, e na terceira semana já é possível incluir minibarras de proteína como complemento de suplementação, assim como snacks saudáveis, como os crackers feitos com ingredientes que sejam fontes de fibras e proteína.

Em síntese, cada paciente precisa de cuidados pós-operatórios de acordo com as indicações médicas e nutricionais das suas condições. Porém, alguns suplementos têm efeitos e aceitação muito ampla. Estando alinhados com as recomendações, podem ser incluídos na dieta durante o período pós-cirúrgico. E além dele também.

A perda de massa magra é um dos principais motivos para suplementação pós-cirúrgica. Contudo, ela também acontece progressivamente, diante do envelhecimento, em condição conhecida como sarcopenia. Saiba mais sobre este assunto ao ler o post “sarcopenia: o que é e como combater”.

 

 

As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura de ajuda por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essential.
Glutamina Box-0

100% Pura L-Glutamina

R$135,00

Whey Protein Hidrolisado e Isolado + Precursores da Glutationa.

R$220,00

Colágeno hidrolisado com ácido hialurônico

R$150,00

Pool de Aminoácidos Essenciais

R$180,00