Mais do que absorver nutrientes e eliminar toxinas, o intestino está ligado a diversos outros órgãos e processos do organismo. Ele também age, por exemplo, na produção de neurotransmissores e hormônios (que influenciam no bem estar e também no ganho ou perda de peso) e no controle do sistema imunológico e das inflamações pelo corpo.

Por isso, qualquer desequilíbrio no intestino deve ser evitado, sob risco de afetar a saúde geral. Entre as doenças que merecem atenção está a leaky gut (síndrome do intestino permeável), que é quando a barreira intestinal não exerce sua função como deveria e permite a passagem de substâncias indevidas. Esse quadro gera um desequilíbrio no organismo como um todo e pode se manifestar através de alergias,fadiga crônica e diabetes, por exemplo.

A boa notícia é que é possível fortalecer a mucosa intestinal através da boa escolha dos  alimentos e incluindo suplementos específicos na dieta. Siga no texto e entenda.

O que é leaky gut?

O termo em inglês “leaky gut” está ganhando a atenção crescente, mas a abordagem científica sobre a síndrome do intestino permeável é algo novo. O que já se sabe é que a leaky gut tem início no excesso de substâncias nocivas ao intestino, como resíduos de agrotóxicos nos alimentos e substâncias liberadas pelo excesso de estresse no organismo, entre outras.

Essas substâncias podem ultrapassar a barreira intestinal e provocar uma resposta inflamatória intestinal. Com o tempo, esse mecanismo inflamatório pode atacar as células da mucosa intestinal e romper suas junções das células epiteliais, gerando a síndrome do intestino permeável.

Efeitos da leaky gut

Todos nós temos algum grau de permeabilidade no intestino, já que essa barreira não é completamente impenetrável. E nem deveria ser, pois é por ali que absorvemos os nutrientes dos alimentos. Mas, com a junção das células intestinais prejudicada, acaba ocorrendo a passagem para a corrente sanguínea de alérgenos (substâncias que podem induzir uma reação alérgica) e imunocomplexos (que se depositam em partes do corpo e causam inflamação localizada e lesões dos tecidos), além de micro-organismos.

Hoje já se sabe que a leaky gut está ligada a doenças em diversos órgãos:

  • No intestino: síndrome do intestino irritável, doença de Crohn e intolerância ao glúten;
  • No cérebro: depressão, ansiedade, déficit de atenção, hiperatividade, síndrome da fadiga crônica;
  • Na pele: eczema e psoríase;

Também há ligações entre a síndrome do intestino permeável e doenças autoimunes, como lúpus, diabetes tipo 1 e esclerose múltipla, além de outras doenças ligadas ao sistema imunológico, como artrite reumatóide, asma, fibromialgia, artrite e alergias em geral.

Sintomas da leaky gut

Antes que essas doenças se manifestem, podem surgir sintomas menos intensos, mas que também costumam ser ligados à síndrome do intestino permeável. São esses:

  • Acne (espinhas)
  • Rosácea
  • Constipação (prisão de ventre)
  • Diarréia
  • Gripes frequentes
  • Sensibilidade alimentar

Em todos os casos, é importante destacar que o diagnóstico da leaky gut não pode ser feito com base em apenas um sintoma, devendo sempre ser confirmado por um médico.

O que causa leaky gut

Pesquisas apontam que o estilo de vida moderno pode ser uma das principais causas da síndrome do intestino irritável. O excesso de estresse, por exemplo, contribui para o desequilíbrio da flora intestinal e estimula processos inflamatórios no órgão. A dieta ocidental padrão, pobre em fibras e rica em açúcar e gorduras trans e saturadas, também pode iniciar esse processo. Além disso, o uso excessivo de álcool tende a sobrecarregar órgãos como o fígado, que libera substâncias tóxicas que afetam o intestino, gerando um desequilíbrio e o aumento da inflamação

Outros fatores de risco para a leaky gut são:

  • Proliferação do fungo cândida
  • Ingestão de alimentos com resíduos de agrotóxicos
  • Ingestão de alimentos com corantes, saborizantes e adoçantes artificiais
  • Excesso de medicamentos
  • Excesso de alimentos pró inflamatórios

Como tratar a leaky gut

Não há tratamento medicamentoso estabelecido para a cura da síndrome do intestino permeável. Por isso, o foco deve se manter na eliminação de fatores que possam causar ou ampliar a leaky gut. Confira dicas práticas:

 Selecione melhor seus alimentosInvista em fontes de alimentos naturais, ricos em antioxidantes e elevado teor antiinflamatório, como peixes e sementes ricos em ômega 3, vegetais e frutas. Evite produtos que utilizem versões artificiais de corantes, saborizantes, adoçantes ou conservantes. Teste a reação do seu organismo aos alimentos potencialmente alergênicos, como derivados de leite, produtos com trigo, crustáceos e amendoim. O bom é que todas essas informações estão na própria embalagem dos alimentos. Saiba como ler e interpretar a tabela nutricional

 Dedique atenção à sua alimentação – Em tempos de tantos estímulos, é preciso direcionar a atenção para o momento da nossa alimentação. Isso garante uma melhor mastigação, que é a primeira etapa na digestão dos alimentos. Conheça e pratique o mindful eating.

 Controle seus níveis de estresse – Apesar de ser uma reação natural do organismo, o estresse pode se tornar prejudicial se não for administrado. Entre as ferramentas mais utilizadas para isso estão o sono de qualidade e a prática de exercícios físicos. É possível também baixar os níveis de estresse através do contato com a natureza.

 Suplemente o intestino – Assim como o whey é recomendado para quem precisa fortalecer a musculatura e o repositor eletrolítico é indicado para hidratação eficiente, o intestino também tem suplementos formulados para o seu fortalecimento. O Collagen Gut, por exemplo, reúne peptídeos de colágeno, fibras prebióticas, glutamina, cúrcuma e outros ativos envolvidos na saúde intestinal. Saiba mais sobre o Collagen Gut.

As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Assim, as informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. Por fim, nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura de ajuda por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essential.

Uma fórmula completa para o intestino

R$180,00

Enhanced Formula com peptídeos de colágeno para um corpo em equilíbrio

R$208,00

Golden Milk Superfood

R$190,00

Óleo de peixe ultraconcentrado em EPA e DHA

R$235,00