Rica em ácido graxo e fundamental para a saúde do organismo, a suplementação de ômega-3 merece uma atenção especial para manter sua qualidade.

O ácido graxo ômega-3 é um tipo de gordura poli-insaturada saudável e essencial, ou seja, importante para a manutenção da saúde. No entanto, o organismo não é capaz de produzi-lo em quantidades adequadas, sendo necessário seu consumo através da dieta.

Por isso, a suplementação de ômega-3 é indicada em muitos casos. E, ainda, é preciso que o produto tenha qualidade para que o corpo absorva da melhor forma e aproveite os benefícios, que estão relacionados às funções cognitivas, cardíacas, articulares, oculares e anti-inflamatórias.

Veja como identificar um ômega-3 de qualidade.

Como escolher ômega-3 de qualidade

Existem diversos tipos de suplementação de ômega-3 no mercado, mas alguns quesitos importantes merecem atenção redobrada. Confira os principais:

  • Concentração: verifique a proporção dos ácidos graxos EPA e DHA por cápsula. Quanto maior a concentração de EPA e DHA, mais concentrado e puro será o óleo.
  • Pureza: é fundamental que a pureza do óleo em relação a metais pesados e contaminantes seja comprovada por um órgão certificador especializado. O programa de certificação internacional The International Fish Oil Standards™ (IFOS) é referência mundial no controle de qualidade do ômega-3, que define os padrões mais elevados de pureza, frescor do óleo e concentração de EPA e DHA.
  • Forma: a gordura disponível encontrada nos suplementos de ômega-3 costuma ser em triglicerídeos (TG) ou Etil Éster (EE). TG apresenta maior biodisponibilidade (cerca de 30% a mais) em razão do processo de metabolização e absorção, o que ressalta a superioridade da forma TG.
  • Fórmulas aprimoradas: ainda há suplementos que incrementam suas fórmulas com ingredientes que potencializam os benefícios do ômega-3 ou melhoram a sua absorção, como versões gastrorresistentes.

Ômega-3 de qualidade: programa de certificação

Em se tratando de pureza, é fundamental que a ausência de metais pesados e contaminantes, como PCBs (polychlorinatedbiphenyls) e dioxinas (subprodutos industriais), seja comprovada por um órgão certificador especializado.

Uma vez que as substâncias químicas que entram no ecossistema como resultado da atividade industrial contaminam as águas do mar e se acumulam no tecido gorduroso dos peixes, estas toxinas podem comprometer a qualidade do ômega-3 extraído desses tecidos.

O programa de certificação internacional The International Fish Oil StandardsTM (IFOS) é referência mundial no controle de qualidade do ômega-3 e define os padrões mais elevados de pureza, frescor do óleo e concentração de EPA e DHA.

A aprovação e certificação do óleo de peixe estão relacionadas a 3 critérios:

  1. concentração de EPA e DHA por cápsula;

  2. cumprimento das normas de segurança para contaminantes ambientais;

  3. avaliação dos níveis de oxidação do óleo.

Mais de 60 companhias ao redor do mundo têm o selo do IFOS Program em seus produtos. No Brasil, um dos primeiros a receber a certificação foi o Super Ômega 3 TG, com a pontuação máxima de 5 estrelas. Para saber mais, conheça este produto e toda a linha de ômegas da Essential Nutrition.

Fontes:
Revista Essentia Pharma Edição 10 – www.essentia.com.br/revista

“As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para o profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro prestador de cuidados de saúde qualificado com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura de ajuda por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da Essential.”

Ômega-3 + Astaxantina + CoQ10

R$195,00

Óleo de peixe (TG) + óleo de krill + nutrientes que auxiliam na visão

R$195,00

Fórmula de ômega-3 com UC-II™ para articulação

R$195,00